Jeito de andar pode causar dores nos músculos e articulações

É difícil encontrar alguém que pare para avaliar a maneira como anda. Dependendo do jeito de caminhar e da distância percorrida, a pessoa pode sentir dores nos músculos e articulações

Esse mau hábito pode afetar principalmente os joelhos, os pés, o quadril, a coluna lombar e às vezes alguns músculos, como os da batata da perna. No entanto, é possível reverter esse quadro e reeducar a pessoa a andar corretamente com alguns exercícios, que ensinam novos padrões de movimento e ainda previnem diversos problemas de saúde.

A melhor postura é aquela que o corpo tolera, geralmente com a cabeça, os ombros e a bacia bem alinhados, sem a perna chegar antes do corpo ao caminhar. No entanto, a maioria caminha do jeito inadequado – os erros mais comuns são colocar as pernas à frente do corpo, os pés e joelhos para dentro ou fora ou andar balançando o tronco para os lados.

Para corrigir esse balançar dos ombros, a pessoa pode ficar de pé parada, tentar levantar apenas um dos pés e manter-se fixa nessa posição. Com o tempo, esse movimento vai ficando mais fácil e ela consegue segurar a postura da maneira correta por um período maior. A prática de exercícios físicos é essencial para treinar a pessoa para que os hábitos fiquem cada vez mais naturais.

Para as mulheres, a dificuldade é ainda maior por causa do hábito de usar saltos, tamancos, saias justas ou até calças apertadas. Nesses casos, dependendo da distância que elas andam, alguns músculos podem se sobrecarregar e, então, causar a dor.

O uso de bolsas pesadas de apenas um lado do corpo também pode causar problemas e desalinhar os ombros – para corrigir isso, a dica do fisioterapeuta Cássio Siqueira é, com um elástico na mão, abrir e fechar os braços à frente em movimentos repetitivos. Os idosos também sofrem mais ao caminhar porque perdem a força de reação ao solo, por causa da diminuição dos músculos corporais, e acabam alternando o peso de um pé para o outro.

A posição errada do tronco também pode ser corrigida com um exercício. Deitada com o rosto para cima em um colchonete com os joelhos dobrados, a pessoa deve levantar a bacia e mantê-la no alto por cerca de 10 segundos e repetir o movimento algumas vezes. Dessa maneira, os músculos da pélvis são exercitados e fica mais fácil caminhar com o tronco alinhado. Os pés também precisam estar na posição correta para que a maneira de andar seja adequada e, para exercitar essa região, a dica é caminhar apenas com os calcanhares, sem apoiar a parte de frente dos pés no chão.

Os médicos mostraram que ficar em pé também pode causar dor, especialmente se a pessoa sobrecarrega as articulações, colocando o peso todo somente nos calcanhares. A dica nesse caso é projetar o corpo para frente, sem forçar para trás. Nesse caso, a pessoa deve estar também equilibrada e, para testar esse equilíbrio, os médicos pedem para as pessoas colocarem um pé na frente do outro e ficarem parados por alguns instantes.

Mesmo aquelas que não conseguem se equilibrar já ativam a musculatura por causa desse exercício. Outra atividade que pode ajudar, nesse caso, é segurar uma almofada ou algum outro objeto, apertá-lo e soltá-lo para trabalhar os músculos da frente do corpo.

Publicado em 31/01/2019 18:20

EVENTOS

Veja mais...

IPSEMG IPSEMG - Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves - Rodovia Papa João Paulo II, nº4001 - bairro Serra Verde - 3º e 4º andares do prédio Gerais
Belo Horizonte/MG - CEP: 31630-901
Todos os direitos reservados - Aspectos legais e responsabilidades, Política de privacidade  Telefones de contato