Como o consumo de álcool pode afetar a sua visão

Cerveja gelada no fim de semana, taças de vinho no jantar com os amigos. Afinal, o que as bebidas alcoólicas têm em comum? Os impactos do álcool no funcionamento do seu organismo.

Você provavelmente já sabe que bebidas alcoólicas e volante não combinam. Mas você tem conhecimento de que consumir álcool pode prejudicar muito mais do que a capacidade de dirigir?

Para entender, vamos explicar o que ocorre com o organismo quando estamos sob o efeito de álcool.

Do total de álcool que ingerimos, apenas 5% costuma ser eliminado pela transpiração, pela saliva ou pela urina. O restante é absorvido pelo corpo e acaba indo para a corrente sanguínea.

O fígado é o órgão responsável por metabolizar o álcool. Ele possui enzimas capazes de eliminar as substâncias alcoólicas. Quando bebemos em excesso, porém, o fígado não consegue metabolizar toda a quantidade de álcool ingerida. E o excesso se acomoda em outros órgãos, em especial no cérebro.

Um dos primeiros efeitos do álcool no cérebro é a sensação de que a pessoa está mais relaxada, alegre e desinibida. Isso se dá porque a bebida estimula a liberação da serotonina – neurotransmissor que controla o humor.

À medida que aumenta a quantidade de álcool no cérebro, outros neurotransmissores são afetados, e a pessoa, além dos efeitos sob o humor e o estado de atenção, começa a perder o controle da sua coordenação motora.

Confusão mental refletida pelos olhos

Recebendo comandos dos músculos do cérebro, a pupila influencia o controle do foco do que enxergamos. As reações pupilares refletem a confusão causada no cérebro sob o efeito do álcool.

Uma pesquisa publicada na revista Perception, realizada por Kevin Johnston e Brian Timney, da Faculdade de Medicina e Odontologia de Schulich e do Departamento de Ciências Sociais da Universidade Oeste de Ontário, no Canadá, analisou quanto e de que forma a visão fica comprometida pelo consumo de bebidas alcoólicas.

A conclusão foi a de que a visão pode ser prejudicada em até 30% antes mesmo de o bafômetro acusar que a pessoa atingiu o limite permitido por lei ou o ultrapassou. No Canadá, o limite legal de concentração de álcool no sangue para dirigir é de 0,08 mg/L; já no Brasil, o limite é de 0,05.

Ou seja, o movimento pupilar e suas reações podem revelar muito sobre as nossas condições físicas e mentais.

Texto adaptado do site: http://visaoparaofuturo.com.br/como-o-consumo-de-alcool-pode-afetar-sua-visao/

Publicado em 24/05/2018 16:55