8ª Campanha nacional de vacinação contra o sarampo

O sarampo é uma doença infecciosa grave, provocada por vírus, transmitida pela fala, tosse e espirro, e extremamente contagiosa, podendo ser contraída por pessoas de qualquer idade. É caracterizada por febre, inflamação das mucosas do trato respiratório, erupção maculopapular generalizada seguida por descamação. É importante lembrar que a única forma de prevenção é a vacina disponível no Sistema Único de Saúde (SUS).

A fim de proteger a população e controlar possíveis surtos da enfermidade, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), sob recomendação do Ministério da Saúde, promove em 2022, a 8ª Campanha Nacional de Seguimento e Vacinação de Trabalhadores da Saúde contra o Sarampo no período de 04 de abril a 03 de junho, sendo o dia D de mobilização social, 30 de abril.

A vacinação contra o sarampo permitirá interromper a circulação ativa do vírus do sarampo no país, minimizar a carga da doença, proteger a população, além de reduzir sobrecarga sobre os serviços de saúde em decorrência de mais esse agravo. Na campanha de seguimento e vacinação de trabalhadores da saúde contra o Sarampo, serão vacinadas as crianças de seis meses a menores de cinco anos de idade e trabalhadores da saúde, no intuito de atualizar a situação vacinal contra o sarampo. O público-alvo, portanto, representa 12.927.057 crianças. A meta é vacinar, no mínimo, 95% dessas crianças (12.280.704). Para os trabalhadores da saúde, considerando o risco de adoecimento e maior exposição nos serviços de saúde, será atualizada a situação vacinal contra o sarampo, e, portanto, não haverá meta de cobertura vacinal.

» Clique aqui e confira o Boletim Epidemiológico do Sarampo.

RECOMENDAÇÕES PARA A VACINAÇÃO:

  • CRIANÇAS DE 06 (SEIS) MESES A MENORES DE 05 (CINCO) ANOS DE IDADE (04 ANOS, 11 MESES E 29 DIAS)

Durante a Campanha de Seguimento, todas as crianças de seis meses a menores de cinco anos de idade (04 anos, 11 meses e 29 dias) deverão receber uma dose da vacina tríplice viral (dose D), independentemente da situação vacinal delas contra o sarampo. Destaca-se que as doses de rotina da vacina tríplice viral (D1 e D2) que coincidirem com o período da campanha de seguimento deverão ser reagendadas para 30 (trinta) dias após a dose da campanha.

  • TRABALHADORES DA SAÚDE EM QUALQUER FAIXA ETÁRIA

Durante a Campanha de Seguimento, todos os trabalhadores da saúde em qualquer faixa etária deverão receber uma dose da vacina tríplice viral (dose D), independentemente da situação vacinal delas contra o sarampo. Destaca-se que as doses de rotina da vacina tríplice viral (D1 e D2) que coincidirem com o período da campanha de seguimento deverão ser reagendadas para 30 (trinta) dias após a dose da campanha.

Saiba mais em: https://saude.mg.gov.br/sarampo

Fonte: Secretária de Estado de Saúde – MG

Publicado em 29/04/2022 16:53